Baraúna Diário da Notícia A Informação Mais Perto de Você

sábado, 12 de agosto de 2017

151ª MORTE VIOLENTA EM MOSSORÓ EM 2017


Criminosos armados de pistola e escopeta calibre 12, invadiram uma casa na Rua Rita Rosa de Oliveira, no bairro Aeroporto e mataram Wledson Soares da Silva de 21 anos de idade, dentro de casa, na madrugada de hoje, 12 de agosto de 2017.
Segundo informações de populares, Wledson dormia mais uma moça, que seria sua namorada, e quando os criminosos quebraram a porta da frente da residência a tiros, ele tentou fugir pelo telhado, mas o corpo foi encontrado dentro da caixa d'água da casa, sendo necessário a intervenção da equipe de resgate do Corpo de Bombeiros para retirar o corpo.
Segundo o perito criminal, Renildo Marcelino, a vítima apresentava um ferimento numa das pernas e outro de escopeta nas costas.
A policia ainda não sabe a quem atribuir a autoria do crime e foi informada que Wledson, não tinha envolvimento com ilícito e trabalhava como operador de máquinas na empresa de beneficiamento de castanhas, Usibras, em Mossoró.
Depois dos procedimentos no local, o corpo de Wledson Soares da Silva, foi removido para a sede da Unidade Regional do Itep em Mossoró, onde será necropsiado.

RN ATINGE MARCA DE 1.500 HOMICÍDIOS EM 2017,DIZ INSTITUTO


Levantamento do Observatório da Violência Letal Intencional revela que número é 25,2% maior do que o registrado no mesmo período de 2016.
O Rio Grande do Norte segue apresentando altos índices de crimes contra a vida. Segundo levantamento feito pelo Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza e analisa delitos dessa natureza – o estado chegou a 1.500 assassinatos registrados somente este ano. O número foi atingido nesta sexta-feira (11) e a média de vítimas por 100 mil habitantes é de 42,77.
“A violência e a insegurança são promovidas pelo próprio governo do Rio Grande do Norte, quando, para se esquivar de sua responsabilidade, insiste em criar bodes expiatórios para seus próprios erros. A prova disso é que chegamos a 1500 CVLIs (Condutas Violentas Letais Intencionais) nesses 222 dias de 2017”, critica o especialista em gestão e políticas de segurança pública Ivenio Hermes, que também é coordenador do Observatório.
Variação de homicídios ano a ano no RN (Foto: OBVIO)
Em comparação ao mesmo período do ano passado, ou seja, levando em consideração a quantidade registrada de pessoas vítimas de homicídio entre 1º de janeiro e 11 de agosto de 2016, o ano de 2017 já contabiliza um crescimento de 25,2%.
“A não ser que o governo esconda os dados da violência, 2017, indubitavelmente, já entrou para a história como o ano mais violento do Rio Grande do Norte”, atesta Hermes.
“Governo usa empirismo para resolver problema da segurança”
“Na contramão de uma gestão transparente, o governo confunde gastos de custeio e folha de pagamento com investimentos reais em segurança pública, e ainda culpa ex-secretários, ex-comandantes da PM, o governo anterior, as fronteiras, a imprensa e qualquer um que possa ser a bola da vez para receber a culpa num lugar de um governo que usa o empirismo para resolver o problema complexo que é a segurança pública”, reclama Ivenio Hermes.
Para o pesquisador, as estratégias de gestão adotadas pelo Poder Executivo são frágeis e ineficazes. “No início do mês de julho o governo divulgou uma estatística manipulada para dizer que fazia três meses que estava reduzindo a violência, como se um período de 3 meses fosse o suficiente para aferir resultados em segurança pública E a resposta veio a galope: o mês mais violento do ano, julho, apagou a afirmação do governo, o mês de agosto está servindo para mostrar o quão frágeis são as estratégias de gestão”, corrobora.
Além de homicídios dolosos, entram na estatística elaborada pelo OBVIO outros crimes violentos que resultem em morte, como roubo (no latrocínio), estupro ou lesão corporal seguidos de morte. Cadáveres e ossadas encontradas e mortos em confrontos policiais também são considerados.
Homicídios por cidades
Em Natal, foram 392 assassinatos entre 1º de janeiro e o dia 11 de agosto. Na lista das cidades mais violentas do no estado, também preocupam:
Mossoró, com 150 homicídios contabilizados;
Ceará-Mirim, com 105;
Parnamirim, com 93;
São Gonçalo do Amarante, com 67.
Macaíba, com 59;

domingo, 6 de agosto de 2017

Dois jovens foram mortos na cidade de Baraúna na manhã de hoje

 David Kennedy foi morto dentro da ambulância quando

era socorrido

Duplo homicídio registrado nesta manhã de domingo 06 de agosto de 2017 na cidade de Baraúna, a 34 quilômetro de Mossoró, na região Oeste do RN.

Dois jovens foram baleados quando caminhavam em via pública no centro da cidade. Os dois ainda chegaram a ser socorridos por populares para o hospital local. Um deles conhecido apenas como "Max"morreu ao dar entrada na unidade e outro identificado como David Kennedy da Silva Fernandes de 21 anos, natural de Mossoró foi executado dentro da ambulância quando era socorrido para o Hospital Tarcísio Maia em Mossoró.

De acordo com a Polícia, os atiradores seguiram a ambulância que conduzia David para o HRTM e nas proximidades do sítio Campestre, interceptaram o veículo, mandaram que o motorista corresse, abriram a porta de trás e efeturam cerca de 10 tiros de pistolas ponto 40 e 380 na vítima.

Quando os policiais de plantão em Baraúna chegaram na comunidade de Campestre David ainda estava vivo e como o motorista não estava no local, os próprios Pms conduziram a vítima que já chegou no Hospital em Mossoró sem vida. A Polícia ainda não sabe a motivação do duplo homicídio, mas informou que David já havia sido preso.



domingo, 30 de julho de 2017

Acidente de Trânsito na CE,377 Quixeré a Baraúna-RN com Vítima Fatal

     
    Na manhã deste Domingo 30/07/2017 CE- 377 que liga Quixeré a Baraúna aconteceu um acidente trágico o empresário Denilson dono de um posto de combustível em Baraúna-RN ao sair da vaquejada em Lagoinha no município de Quixeré e veio a capotar sua Hilux SW4 em que vinha dirigindo em companhia de alguns amigos, que tiveram apenas algumas escoriações, já ele não recebeu mesmas sorte e no capotamento foi lançado para fora do carro vindo a óbito no local do acidente.








segunda-feira, 17 de julho de 2017

Militar da reserva é morto a tiros em Mossoró

A cidade de Mossoró, no Oeste do Rio Grande
do Norte registrou no final da tarde de hoje, 17 de julho, mais uma morte violenta provocada por disparos de arma de fogo. Foi a quinta morte em três dias, a sétima no mês de julho e a 136ª no ano de 2017.
Honório Lopes Pereira, de 65 anos de idade, Policia Militar da reserva foi morto com um disparo nas costas e seu corpo foi encontrado ao lado de uma casa de taipa, as margens da BR 405, na saída de Mossoró para a cidade de Apodi.
Segundo informações de vizinhos, ele chegou ao local correndo e pedindo socorro, com um capacete e um revolver na mão. Ele morreu antes da chegada do socorro medico.
A policia e os moradores vizinhos acreditam que os criminosos tomaram a motocicleta e ainda atiraram na vitima.
Uma equipe do Samu ainda foi ao local, mas apenas para constatar a morte do mesmo. Uma guarnição da policia Militar faz o isolamento aguardando a presença da equipe de plantão no Itep, para os procedimentos e remoção do corpo.
Segundo informações, o militar morava no bairro Aeroporto e mantinha uma criação de galinhas na comunidade de Pedra Branca, para onde viajava no momento que foi morto. A policia acredita que a vitima teria reagido a uma tentativa de assalto. Como ele estava com um capacete e sua motocicleta não foi localizada, é possível que os criminosos mataram o mesmo para tomar seu transporte.
Segundo o Perito Criminal Eduardo o mesmo foi atingido com um único disparo nas costas, o revolver do mesmo estava com duas munições deflagradas, o que indica que houve uma troca de tiros.




137º Homicídio em Mossoró 2017:Pai é morto, filho e amigo baleados em atentado nas barrocas


Um atentado a tiros ocorrido na noite desta segunda feira 17 de julho de 2017, na Rua Melo Franco no bairro Barrocas em Mossoró RN deixou um saldo de um morto e dois feridos.

Segundo informações três pessoas, pai, filho e um amigo conversavam na calçada de uma casa, na Rua Presidente Castelo Branco no bairro Santo Antônio, quando foram surpreendidos por quatro homens em duas motos que chegaram e começaram a atirar em direção às vítima.

Os correram cerca de 50 metros da Rua em que estavam até a Rua Melo Franco, mas foram perseguido pelos atgiradores. José Alves da Silva, o pai de aproximadamente 49 anos foi alvejado com vários tiros e morreu no meio da rua. Seu filho Isac Lemos Alves de 19 anos, foi baleado e conseguiu entrar em uma residência e caiu na sala da casa. Ele conseguiu se livrar dos atiradores porque se fingiu de morto. O jovem foi socorrido pelo Samu para o Hospital Tarcísio Maia.

A outra pessoa identificada como João Maria de Figueiredo 45 anos, que estava com o pai e o filho,também foi atingido pelos disparos nas costas e socorrido por populares para a UPA do Santo Antônio e depois transferido pelo Samu para o HRTM.

Ainda não há informações sobre a motivação do atentado. Os atiradores fugiram após matar José Alves e balear o seu filho e o amigo.

O corpo ainda está no local, sendo isolado pela Polícia Militar, aguardando a chegada das equipe do ITEP e da Delegacia de Plantão. A equipe do ITEP encontrar-se em Marcelino Veira, no Alto Oeste Potiguar onde foi remover um corpo vítima de homicídios e deverá chegar a Mossoró por volta da Meia Noite


quinta-feira, 13 de julho de 2017

POLÍCIA MILITAR EVITA LINCHAMENTO NO CENTRO DE MOSSORÓ. ELEMENTO ESPANCADO APÓS ASSALTAR TRANSEUNTE.

A polícia militar evitou digamos assim, um linchamento em pleno centro da cidade na manhã desta quinta feira 13 julho 2017. O COPOM acionou a viatura 234 do Belo Horizonte e o G.T.O foi em apoio, onde informações que um elemento teria assaltado um transeunte em pleno centro da cidade, e estava sendo espancado pela população. Após escapar dos populares tentando pular os muros a polícia chegou e conseguiu deter o indivíduo evitando um mal maior, pois a ira da população era grande. O acusado foi levado pela polícia para a UPA mais próxima para ser atendido pois estava bastante machucado. A vítima estava no local e informou aos policiais que não queria ir para a delegacia representar contra o mesmo que deverá ser liberado após atendimento na UPA.